Covid-19: com aumento de mortes e casos, Umuarama fechará totalmente o comércio

Notícia

Covid-19: com aumento de mortes e casos, Umuarama fechará totalmente o comércio

Covid-19: com aumento de mortes e casos, Umuarama fechará totalmente o comércio

Diante do aumento das mortes em decorrência da Covid-19, o crescimento dos casos positivos e o esgotamento de leitos e insumos para o tratamento dos infectados, a administração municipal pretende adotar medidas mais restritivas para reduzir a circulação de pessoas, fortalecer o isolamento social e frear a transmissão do coronavírus. Mais cinco pessoas morreram entre domingo e segunda-feira (agora são 115 óbitos) e os hospitais continuam lotados por pacientes com quadro grave da doença.

As medidas serão anunciadas por decreto com duração de quinta-feira, 25, até a segunda-feira, 29. Está previsto o fechamento total do comércio, das indústrias e prestação de serviços, bem como a suspensão das atividades da construção civil. Apenas atividades extremamente essenciais poderão funcionar, como farmácias e supermercados, com restrições. Os mercados deverão atender apenas por delivery (entrega de mercadorias adquiridas por site, telefone ou outro sistema não presencial) e com horários reduzidos.

As medidas têm o apoio do Ministério Público do Paraná, autoridades eclesiásticas, Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (Aciu), 12ª Regional de Saúde e secretarias municipal e de Estado da Saúde, além da sociedade médica e dos hospitais. “Precisamos reforçar o enfrentando à pandemia. Muitas pessoas ainda não se atentaram para a importância das medidas preventivas, por isso precisamos adotar ações mais restritivas”, afirmou. “Contamos com a compreensão da população e o apoio daqueles que se preocupam com a saúde e com as vidas que queremos preservar”, apelou.

Envie sua mensagem Ouvinte Aline FM